O que são buracos negros?

Atualizado: 6 de nov.



Por Arianne Pires


Já imaginou que eventos catastróficos no Universo criam corpos celestes monstruosos e extremamente lindos? Sim, os Buracos Negros são esses monstrinhos e também os protagonistas do texto de hoje.


Mas afinal, o que são eles? Pelo contrário do que é retratado nos filmes, eles não são aspiradores gigantes que sugam tudo que existe no Universo, na verdade eles são bem calminhos, se você souber manter a distância correta, claro.

Imagine algo ter uma gravidade infinita que nada, nem mesmo a luz, pode escapar de dentro dele, capaz de distorcer o espaço-tempo e também uma fonte de mistérios que a ciência anseia em descobrir. Parece incrível não é?


Antes de entrar mais a fundo em um Buraco Negro precisamos saber qual a estrutura de um.


Singularidade
Diagrama de um buraco negro semelhante a um funil, com a com a singularidade, similar ao fundo do funil, destacada
Diagrama de um buraco negro com a singularidade destacada

É o ponto no centro de um Buraco Negro em que toda a massa do fica concentrada em um espaço extremamente pequeno, ou seja, a densidade fica infinita nesse ponto. E isso é algo que nossa sociedade ainda não foi capaz de compreender, será que ainda falta uma peça matemática ou ela realmente existe? Resolver essa questão com certeza seria um avanço incrível para a ciência pois talvez pudéssemos juntar a Relatividade Geral com a Mecânica Quântica.


Horizonte de Eventos
Representação artística de um buraco negro, com anéis laranjas situados ao redor do centro do buraco negro, de onde nem mesmo a luz consegue escapar
Representação artística de um buraco negro com o horizonte de eventos destacado em laranja

Lembra que eu disse sobre saber manter a distância correta, bom, é aqui. Nada pode sair do horizonte de eventos, caso você o ultrapasse, saiba que estará perdido para sempre dentro de um Buraco Negro. Nada, nem sequer a velocidade da luz é capaz de sair daqui. O Horizonte de Eventos também é o que nós conseguimos ver com nossos olhos, é onde a velocidade de escape se iguala a velocidade da luz, o que dá o efeito de “espaguetificação” em tudo que passa por ali (que resumidamente é quando a gravidade extrema faz o objeto passar por condições nada boas em que ele se estica tanto que fica parecendo um espaguete de tão esticado). Também é o que podemos enxergar em imagens, essa espécie de barreira luminosa. Bem, é melhor não arriscar entrar aí, não é mesmo?


A primeira imagem
À esquerda, a primeira imagem de um buraco negro, representado por uma nuvem de luz arrodeando um círculo preto. Á direita, a pesquisadora Katie Bouman, uma mulher branca de cabelo castanho e blusa branca,  com uma expressão surpresa e as mão entrelaças cobrindo a boca reagindo à visualização da primeira imagem que ajudou a construir
À esquerda, a primeira imagem de um buraco negro, o da galáxia M87. Á direita Katie Bouman reagindo a visualização da primeira imagem que ajudou a construir

A primeira imagem que tivemos de um buraco negro foi feita pela cientista Katie Bouman que criou o algoritmo para processar a imagem e por uma equipe de mais de 200 pessoas com anos de estudo para finalmente no dia 10 de abril de 2019 ser publicada a primeira foto tirada de um Buraco Negro. Com certeza foi um dos passos mais incríveis que a ciência deu, ele era exatamente como imaginamos. Impressionante como a matemática pode nos fazer comprovar coisas que parecem que saíram de um filme de ficção, mas não, isso é na vida real!


O Buraco Negro em que os humanos deram uma de paparazzi fica no centro da galáxia M87, a 55 milhões de anos-luz da Terra e com uma massa de 6,5 bilhões de vezes a massa do Sol.


Tipos de Buracos Negros

Em resumo, os tipos de Buracos Negros são classificados de acordo com a sua massa. E são eles:

  • Buracos Negros Estelares:

  • Que são os originados de estrelas com massa maior que a de 10 vezes a do Sol e após uma série de etapas explodem em supernovas.


  • Buracos Negros Supermassivos:

  • Encontrados no centro de galáxias, têm massas que variam de milhões a bilhões de massas solares.


  • Buracos Negros de Massa Intermediária:

  • É o meio termo entre os BNs supermassivos e os estelares.


  • Buracos Negros Primordiais:

  • Originados nos primórdios do Universo, podem ter qualquer tamanho massa.


Por que são importantes?

Um dos maiores questionamentos da raça humana é saber de onde viemos, e os BNs podem ter a chave para descobrir isso. Astrofísicos acreditam que estudar os Buracos Negros, principalmente os Supremassivos podem ter a resposta que precismos para saber mais sobre a origem e a história do Universo. Além de serem corpos celestes maravilhosos para ter de wallpaper.



BIBLIOGRAFIA


https://www.pucrs.br/mct/buracos-negros-e-buracos-de-minhoca/

http://www.if.ufrgs.br/~thaisa/buracos-negros/

https://canaltech.com.br/espaco/revelada-a-primeira-foto-real-de-um-buraco-negro-e-ela-e-incrivel-136865/


Texto produzido por Arianne Pires



32 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo